Inicio O IBESCE Informativos Vestibular    2013.1
Inicio
O IBESCE
Informativos
Vestibular    2013.1
REDES SOCIAIS
 

IBESCE - FAESCE

Instituto Brasil de Ensino Superior e Cultura no Ceará

Faculdade de Ensino Superior e Cultura no Ceará

 

Sistema filosófico - Teológico Educacional Cultural filantrópico idônea inscrita no CNPJ 02.561.356/0001-20 mantenedora. Criada pelo decreto apostólico nº 01/1997 amparo constitucional e auto regulamentado pela lei nº 1.821 de 12/03/1953; Decreto lei nº 34330 de 21/10/1953. Lei 9394/96 e 9.475 e pareceres 97/99; 296/99; e 765/99 do Conselho Nacional de Educação e artigos 5º § 8º § e 9º e artigo 2010§ 1º da Constituição da República Federativa do Brasil.

 

SEAFITECE - IVCB

Seminário Apostólico de Filosofia e Teologia no Ceará

Instituto Vétero Cristão no Brasil - IVCB

 

Mantenedora: a Igreja dos Velhos Católicos no Brasil - IVCB - Instituição religiosa instalada no Brasil aos 20/05/1932 registro nº 2.283/32 livro A43 Comarca de Curitiba-PR; No Estado de São Paulo aos 13/10/1966 sob o nº 14131 Cartório de Guaianazes- São Paulo; E no Estado do Ceará aos 28/01/1997 registro 3º R.T.D de Fortaleza-CE sob  o nº 157.183 aos 23/04/1998 atualmente residenciada a rua Dr. José Lourenço, nº 680, Aldeota, CEP 60.115-280 - Fortaleza-CE-Brasil. Representada legalmente por seu presidente Dom Antônio Reginaldo Barrocas Marques, RG 95002650645 SSP-CE e CPF 837.524.803-78. A supra citada é formada por uma comunhão de igreja cristã de fé e fraternidade no mundo, tendo como regra de fé e salvação a bíblia sagrada, os ensinamentos apostólicos desde os primórdios fundamentos cristãos da doutrina e ensinamento do nosso amado mestre salvador Jesus Cristo por sumo e eterno sacerdote e da declaração universal de The Declaration of Utrecht, 1889. Que ao longo dos anos tem formado homens e mulheres de boa vontade de instituições congêneres que se sucedem buscando parcerias junto a instituições credenciadas pelo Ministério da Educação com vista a com-validação dos nossos cursos superior de natureza livre aberta para todas as instituições de confissões religiosas para complementação curricular.

 

1.0 Missão Institucional: o mundo mudou, a universidade mudou, e você?

 

O IBESCE - FAESCE mudou para ir até você que não pode ir até a faculdade sistematicamente, promovendo a educação de forma qualificada e eficiente para um bom aproveitamento dos futuros profissionais nas diversas áreas formas de sua atuação e assim os educando possam ser cidadãos conscientes de seus direitos e deveres.

 

1.2 Finalidades, campo e áreas de atuação

Atuar em pesquisas, contribuindo cientificamente para o desenvolvimento dos estudos da Teologia;

 

1.3 Trabalhar na análise dos temas religiosos e fenômenos teológicos;

 

1.4 Desenvolver investigações científicas na área da Teologia em diferentes teorias teológicas;

 

1.5 Atuar como articulador teológico na diversidade dos fenômenos religiosos em relação ao processo histórico político social;

 

1.6 Compreender a constituição do fenômeno humano sob a influencia dos conceitos teológicos;

 

1.7 Buscar a compreensão na construção da fé dos nossos antepassados desde Abraão de UR da Caldéia até Jesus Cristo;

 

1.8 Habilitar o formando para convalidar o seu diploma junto ao Ministério da Educação da República Federativa do Brasil e suas certificadoras. 

 

2.0 Para atingir suas metas o IBESCE - FAESCE desenvolverá atividades como:

 

a) A criação e/ou manutenção de cursos em todos os níveis formais e informais como os de natureza jurídica livre;

b) A realização de pesquisa de trabalhos de extensão;

c) A apuração e manutenção atualizada de dados destinados as informações e utilizações culturais, técnicas e científicas;

d) Dar parecer e elaborar projetos de qualquer natureza;

e) A criação e/ou gerenciamento de projetos e atividades institucionais;

f) A prestação de serviços de consultoria e assessoria educacional técnica e científica;

g) Fazer intercâmbios, convênios, divulgações, do campo do conhecimento/saber com empresas e instituições públicas e/ou privadas e entidades governamentais e não-governamentais nacionais ou estrangeiras;

h) A oferta de condições básicas para criação e plantação, manutenção e desenvolvimento de atividades lucrativas tais como indústrias comércios e serviços;

i) A transferência de conhecimentos oriundos de pesquisa em geral;

j) A oferta de cursos e  de serviços especializados, independentemente de sua natureza jurídica ser ou não livre, ser ou não oficial mas desde que sejam de natureza constitucional nas áreas de sua atuação.

 

Portanto, se a educação é um direito de todos, é também direito social e direito público subjetivo. E tem como princípio constitucional a liberdade de se aprender e de se ensinar, tornando-a, quando de sua aquisição, irrenunciável e irreversível. Como uma necessidade essencial para o desenvolvimento das potencialidades, nada mais verdadeiro, justo, é óbvio que a legislação favoreça a escola que vai ao encontro e/ou busca, em sua casa, de cada brasileiro, que até então, quando buscou a escola oficial, essa lhe bateu com a porta na cara. Há, portando, o que ainda discutir? Fica, pois, sob vossa apreciação.

 

Por isso, o IBESCE-FAESCE, não vive para si mesmo está presente no mundo a serviço do projeto de Deus para que os homens e mulheres de boa vontade queiram vencer desafios que se levanta na realização profética de anunciar a boa nova do Evangelho do Senhor Jesus Cristo, dando sentido novo a vida humana que brota da mensagem salvifica de vida e libertação para que sejamos fermento e sal da fraternidade, solidariedade, irradiando o amor, a paz com justiça social para todos.

 

 

 

 

 

3.0 Objetivos

 

            Oferecer ao aluno(a) um sólido conhecimento científico pedagógico, para que o futuro profissional, possa ter a capacidade intelectual, psicológica, sociológica e espiritual para poder corresponder com as demandas específicas de sua área de atuação.

            A fundação da IES e de sua mantenedora ocorreu no dia 28 de Janeiro de 1997 registro nº 1571883 do dia 23 de Abril de 1998 3º RTD de Fortaleza-CE. A política de qualificação docente da IES ocorrerá conforme o quadre de docentes que for formado e a necessidade de que fizer presente, além do interesse por eles demonstrado. Os objetivos corresponderão, necessariamente, aos preceitos da legislações correspondente. Com relação às metas... o propósito é o de trabalhar o que for permitido pela legislação educacional específica pelo processo de modernização social, econômica, tecnológico científico presente.

 

3.1 Missão Institucional

 

Promover o ENSINO de forma eficiente, com um grau de qualidade necessário ao bom desempenho das futuras atividades profissionais dos educados, para que, de forma competente e ética, possam desenvolver seus PROJETOS DE VIDA como cidadãos conscientes de seus direitos, deveres e responsabilidades sociais.

Os OBJETIVOS estão concentrados em torno de oferecer aos seus educando uma sólida base de conhecimentos, conceitos, posturas e práticas profissionais, para que possam capacitar-se para desenvolver suas habilidades e competências com vistas a implementação dos seus objetivos de vida.

A FILOSOFIA GERENCIAL prever a declaração de autoridade e responsabilidades aos diretores e, respectivamente, aos Coordenadores de curso e professores nos termos do seu Regimento, para que possam cumprir a proposta educacional da instituição - alcançando seus objetivos.

AS METAS da instituição, considerando suas características fundamentais de missão, objetivos e filosofia e seu planejamento da expansão, podem ser assim escritas: 

 

3.2 Metas para o qüinqüênio 2010 a 2014

 

01 - Implantar projetos de parcerias que promovam a prática profissional dos estudantes junto a empresas da região;

02 - Efetivar programas de apoio e orientação aos alunos promovendo o desenvolvimento de seu projeto de vida;

03 - Implantar um programa de monitoria;

04 - Avaliar sistematicamente pelo programa de avaliação institucional classe interno e externo, os cursos diretorias e coordenações, visando o aumento da qualidade dos serviços;

05 - Implantação do acervo virtual da biblioteca;

06 - Implantação da biblioteca para um centro de aprendizagem, leitura e produção de texto, metodologia do trabalho científico de técnicas de auto aprendizado;

07 - Formalizar convênios junto as secretarias, ministérios ou instituições congêneres;

08 - Criação da empresa Junior;

09 - Desenvolvimento de atividades de pesquisas de extensão junto a comunidade;

10 - Sistematizar planos de programas de ensino autônomos para o estudo das bases técnico-científico próprios de cada curso;

11 - Implantar um projeto de apoio tutorial de aprendizagem utilizando o espaço da biblioteca;

12 - Divulgar ao corpo docente e discente, controlar o desenvolvimento das habilidades e competências específicas a se desenvolver em cada curso;

13 - Reavaliar anualmente os projetos pedagógicos;

14 - Desenvolver programas e incentivar iniciativas para a qualificação em serviço do corpo docente;

15 - Laboratório de prática de ensino.

 

3.3 Ações Institucionais Propostas

 

01 - Incentivar o Programa de Melhoria de Qualidade, para o ensino de seus serviços educacionais, acadêmicos e administrativos, com vistas a enfrentar e vencer a concorrência;

02 - Criar novos cursos de graduação na área de maior necessidade, com projetos pedagógicos inovadores, com visão de futuro.

03 - Desenvolver projetos de extensão universitária e ampliar os relacionamentos comunitários, políticos e sociais;

04 - Incentivar a coordenadoria de extensão, pesquisa e pós-graduação da faculdade, para coordenar e ampliar os respectivos projetos atuais, inclusive o Programa de Iniciação Científica para os alunos, nas áreas de interesses institucionais;

05 - Implementar os investimentos para a manutenção e aperfeiçoamento dos periódicos de divulgação científicas e intelectual (revistas), para a ampliação da produção docente;

06 - Ampliar quando necessário a infra-estrutura, espaços físicos e equipamentos de apoio as atividades-fim bem como, setores específicos para atendimento aos alunos;

07 - Consolidar o regulamento do quadro de carreira docente, para incentivo ao desenvolvimento da carreira profissional dos professores;

08 - Implantação e consolidação do PICD - Programa Institucional de Capacitação Docente, com recursos próprios ou outros.

09 - Desenvolver ações eficazes para consolidação das coordenadorias e colegiados de cursos;

10 - Implantação e consolidação do programa de avaliação constitucional com vistas ao crescimento do grau de qualidade dos serviços e ações institucionais;

11 - Ampliar a participação institucional nos municípios da sua região de abrangência e influência.

 

CURSO DE TEOLOGIA

 

4.0 Concepção, finalidades e características gerais do curso

 

            Teologia é a ciência de Deus. Ciência que desafia a inteligência, que mexe com o coração e a cabeça, que gera riqueza espiritual, que causa contentamento pessoal.

            O bacharel em Teologia deve conhecer e compreender, analisar e interpretar: a revelação de Deus; a importância da educação cristã para o indivíduo e a sociedade; a doutrina cristã ensinada e confessada pela igreja cristã com base na escritura sagrada. A formação do profissional em Teologia está baseado num currículo acadêmico rico e contextual nele aparecem  disciplinas como Sociologia, Antropologia, Filosofia, Psicologia, Ética, História, Grego, Hebraico, Latim, História da Igreja, História e Interpretação do Antigo e Novo Testamentos, Sistemática, Ecumenismo e uma série de disciplinas de cunho prático.   Ao bacharel em Teologia abri-se muitos e novos caminhos e oportunidades para exercer sua atividade profissional como pesquisador, pode dedicar-se a investigação e temas teológicos, como educador, pode investigar seus conhecimentos no ensino de nível médio, fundamental e superior como capelão, pode atuar como conselheiro, orientador e assistente religioso; como diplomado em Teologia, pode ser candidato natural ao exercício do ministério pastoral, a critério da sua igreja. O Teólogo fará cursos complementares e de aprimoramento nas áreas de sua preferência e vocação, conforme a recomendação do MEC.

 

4.1 Mercado de Trabalho

 

            Em Março de 1999, após 500 anos de história do Brasil, o MEC reconheceu a teologia como curso superior, como qualquer outro curso universitário. Nasceram, assim, realidades e oportunidades novas para os teólogos. A teologia conquistou sua cidadania acadêmica. A disciplina de ensino religioso, antes tolerada, agora é recomendada pela nova LDB. Abre-se pois, o mercado de trabalho nas escolas públicas e particulares. Os Bacharéis em teologia, diante da nova profissão, precisam ser criativos e descobrir novos campos, áreas de atuação teológica na sociedade. A religiosidade é própria da natureza humana. Neste início de III milênio, mais do que nunca há uma intensa procura pela vida espiritual do ser humana. Por isso, falar, pesquisar e escrever sobre a inquietude religiosa e o estudo teológico são opções para todo aquele que estudou teologia e agora quer testemunhar e transmitir a verdade. A humanidade escuta, desde o início do novo milênio, “um rumor de anjos” segundo Peter Berger, é a religião chamada ao debate e mais do que nunca é necessário repensar os paradigmas da religião a partir da perspectiva bíblica, para não se cair no relativismo. O curso de graduação em teologia aqui proposto representa uma conquista inédita para aqueles que desejam cursar teologia cristã em um ambiente de fé reformada com sólida tradição acadêmica.

            Este programa oferece ainda a atualização e aprofundamento as pessoas interessadas tais como pedagogos, psicólogos, sociólogos e outros profissionais de áreas afins e demais interessados no estudo da religião. O curso de Teologia tem a duração de oito semestres letivos nos turnos diurno ou noturno, os dois últimos semestres para habilidade específica e ensino religioso. A metodologia, que está sendo adotada nesse curso é mais moderna e avançada tecnologia educacional visando o crescimento pessoal dom aluno e a formação de uma consciência crítica construtiva na área da teologia e da religião. Os alunos do curso de Teologia poderão cursar habilidades específicas em ensino religioso para serem professores em nível de ensino fundamental e médio ou docência do ensino superior, pós-graduação, como determina a LDB. Os graduados em Teologia poderão dar continuidade visando o magistério superior.

 

4.2 Objetivo do Curso de Teologia

 

            O IBESCE - FAESCE tendo como objetivo principal ISE (Instituto Superior de Educação) a ser ministrado na Faculdade fornecendo formação teórica e prática que capacite o universitário para a missão sem esquecer outras atividades voltadas para a igreja de Cristo e para outros grupos sociais ou problemas específicos da sociedade contemporânea. Busca também criar um espaço específico de reflexão, ensino e pesquisa sobre a religião a partir de perspectiva bíblica da teologia cristão reformada; incentivar a formação de professores e pesquisadores na área de teologia e religião a partir de parâmetros interdisciplinares preparando profissionais para liderar igrejas, organizações não governamentais, comunidades, instituições filantrópicas. A recente decisão do MEC permite que no país, o curso de Teologia seja reconhecido. Sendo assim, também temos por objetivos gerais:

1 - Formar teólogos; homens e mulheres de boa vontade capazes de articular fé e cultura, na pluralidade de vacações e carismas;

2 - Proporcionais ao estudante da Teologia e das Ciências da Religião, em nível superior frente ao desafio do diálogo e inter-religioso buscando o diálogo ecumênico com as demais instituições de atividades religiosas;

3 - Desenvolver a interdisciplinaridades, buscando a comunicação entre ciências, técnicas e práticas;

4 - Possibilitar o planejamento e a avaliação do trabalho pastoral e em comunidades cristãs ou em outros contextos culturais e sociais, com atenta leitura de sua diversidade e dinâmicas próprias.

            Sintetizando: o curso de Teologia está estruturado a partir de uma perspectiva interdernominacional e ecumênica. Assim, possibilita aos graduandos a prestação de serviços pastorais ou civis em entidades religiosas devidamente organizadas e de natureza diversificada, sejam igrejas ou instituições. Por outro lado, a graduação em Teologia quando aliada a outra qualificação profissional, permite ao formando a atuação junto a faixas etárias específicas ou em funções educativas que necessitem de formação teológica em escolas, instituições ou igrejas. O teólogo pode, ainda, atuar na área de estudo e pesquisas. O curso superior em teologia dar embasamento teórico, prático necessário a continuidade de sua formação acadêmica em cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado em ciências da religião, ciências humanas e afins.

 

 

 

GRADE CURRICULAR

Curso de Graduação em Teologia

Duração: 8 semestres letivos - Turnos: Diurno/ Noturno

Carga Horária Total: 3.420 h/a

 

DISCIPLINA

CARGA HORÁRIA

1° SEMESTRE

 

Fundamentos Antropológicos

60

Metodologia Científica

60

História do Cristianismo

60

Introdução a Filosofia

60

Introdução a Teologia

60

Psicologia Geral

60

Sociologia Geral

60

TOTAL

420 h/a

2° SEMESTRE

 

Introdução as Ciências Sociais

60

Evangelismo e Discipulado

60

História da Filosofia

60

Didática Geral

60

História da Teologia

60

Deus e Criação

60

Ética e Lógica

60

TOTAL

420 h/a

3° SEMESTRE

 

Introdução ao Antigo e Novo Testamento

60

Psicologia Social

60

Bíblia I (Pentateuco)

60

Ciências da Religião

60

Educação Religiosa

60

Grego e Hebraico

60

Moral Fundamental

60

Leitura e Produção de Textos

60

TOTAL

480 h/a

4º SEMESTRE

 

Moral Social - Doutrina Social da Igreja Cristã

60

Epistemologia e Metodologia Teológica

60

Teologia da Revelação

60

História da Igreja Medieval

60

Ecumenismo

60

Moral Social II - Bioética

60

Hermenêutica Bíblica

60

TOTAL

420 h/a

5º SEMESTRE

 

Teologia Fundamental

60

História da Igreja Moderna

60

Teontologia

60

Liturgia

60

Antigo Testamento: Sapienciais I e II

60

Administração Eclesiástica

60

Teologia Bíblica de Missões

60

TOTAL

420 h/a

 

6° SEMESTRE

 

Novo Testamento: Sinóticos I e II

60

Novo Testamento: Escritos Paulinos

60

Moral Sacramentaria - Matrimônio e Família

60

História da Igreja Contemporânea

60

História das Tradições Religiosas

60

Teologia Latino-Americana

60

Fundamentos Psicológicos do Aconselhamento

60

TOTAL

420 h/a

7º SEMESTRE

 

Orientação de Monografia

120

Estágio Supervisionado I

60

Exegese do Antigo e Novo Testamento

60

Seminário em Ecologia e Meio Ambiente

120

Congresso: Movimentos Sociais, Educação, Saúde, Cultura e Cidadania

120

TOTAL

480 h/a

8º SEMESTRE

 

Novo Testamento: Atos dos Apóstolos

60

Estágio Supervisionado II

60

Hermenêutica dos Textos Sagrados

60

Movimentos Sociais e Tradições Religiosas

60

Apresentação de Monografia

60

Trabalho de Conclusão de Curso

100

TOTAL

360 h/a

 

 

1º SEMESTRE

 

- Fundamentos Antropológicos

 

Ementa:

A condição humana. Autores e idéias. As dimensões antropológicas essenciais. O ser humana e o mundo humano na visão da tradição ocidental greco-cristã. A modernidade. A pós-modernidade. O mal estar e a crise da civilização. A concepção trágica do humano. O princípio de felicidade. A questão da liberdade e autonomia. A cibercultura e o virtual. A Ecosofia.

 

- Metodologia Científica

 

Ementa:

Metodologia científica; ciência e conhecimento científico; método científico; pesquisa e desenvolvimento científico; métodos de pesquisa científica; organização e orientação da pesquisa científica; consulta da literatura; difusão do conhecimento científico.

 

- História do Cristianismo

 

Ementa:

Um estudo da história do cristianismo do período pré-reforma protestante à época contemporânea.

 

- Introdução a Filosofia

 

Ementa:

Tratamento do problema do Ser enquanto Ser, as condições para que o Ser seja na perspectiva dos filósofos clássicos até a modernidade. Conceito de ciência filosófica. O método científico.

 

- Introdução a Teologia

 

Ementa:

O estudo da Teologia e seus pressupostos; O Mistério Cristão no conjunto da Teologia: as disciplinas teológicas; Compreensão da teologia como função crítica e hermenêutica; Teologia como atividade da fé, ciência da fé e função eclesial; Teologia e Comunidade: Teologia e Magistério da Igreja, Teologia e teólogo; Perspectivas da Teologia hoje: pluralismo teológico; Teologia e História; Questões introdutórias ao “fazer-teológico”: A fé e as fontes da Teologia; Teologia e a questão do Método.

 

- Psicologia Geral

 

Ementa:

A Psicologia e suas bases filosóficas, epistemológicas e históricas. Os diferentes modelos psicológicos. Amplitude, diversidade e processualidade do saber psicológico. O processo de especialização e fragmentação do saber psicológico. Aspectos do comportamento humano. Motivação, percepção, memória, aprendizagem e linguagem. Indivíduo e ciclo vital.

 

- Sociologia Geral

 

Ementa:

As condições histórico-sociais da Sociologia como ciência e no marco das Ciências Sociais. O pensamento sociológico clássico: Comte, Weber, Marx, Dürkheim. Conceitos sociológicos básicos: cultura e sociedade, controle, processos e mudança social. O fenômeno da globalização no processo de organização da sociedade. Noções de Sociologia do direito.

 

2° SEMESTRE

 

- Introdução as Ciências Sociais

 

Ementa:

O surgimento e as características das Ciências Sociais; o significado e dos desafios das mesmas no mundo contemporâneo.

 

- Evangelismo e Discipulado

 

Ementa:

Discipulado, a graça preciosa, o chamado ao discipulado, o discipulado a cruz e o indivíduo, o extraordinário da vida cristã, a separação da comunidade dos discípulos, os mensageiros.

 

- História da Filosofia

 

Ementa:

O nascimento da Filosofia. Autores correspondentes ao período da Filosofia antiga: Os Pré-socráticos, os Sofistas, Sócrates, Platão, Aristóteles. A Filosofia helênica e o Neoplatonismo. A Filosofia produzida no período que vai de 500 d.c. ao ano 1500 com aceno à Filosofia Patrística Greco-Latina. A expansão da Filosofia Helenística efetuada fundamentalmente pelo cristianismo, mas, também, por Árabes e Judeus. Autores como Aurélio Agostinho, Severino Boécio, Avicena, S. Anselmo, Pedro Abelardo, Averróis, Maimônides, Tomás de Aquino, Mestre Eckhart e Nicolau de Cusa, entre outros.

 

- Didática Geral

 

Ementa:

A didática e a formação do educador. O trabalho didático e o comportamento com a totalidade do processo educativo. Planejamento participativo. Objetivos da educação escolar e do ensino. A sistematização do conhecimento. O método como mediador entre a estrutura do conteúdo e as condições do educando. A dinâmica interna da sala de aula.

 

- História da Teologia

 

Ementa:

Patrística: o que é, função. Pais apostólicos, apologistas, Tertuliano e Cipriano, a escola de Alexandria, Atanásio, os capadócios. Teologia da patrística. Renascença (humanismo, Erasmo). Lutero, Zwínglio, Bullinger, anabatistas, Calvino. O desenvolvimento posterior do pensamento reformado: puritanos, pietistas, Jonathan

Edwards, teólogos conservadores.

 

- Deus e Criação

 

Ementa:

Perguntar por Deus a partir do humano: a história como lugar de revelação e de salvação; a sociedade e dos diversos deuses. Perguntar por Deus a partir da criação: os cosmos como lugar de salvação; o pecado e a experiência do mal. Perguntar por Deus a partir da Revelação: a Revelação de Deus no Antigo testamento; a Revelação de Deus em Jesus de Nazaré. Perguntar por Deus a partir do hoje da história: os problemas do mundo contemporâneo; os diversos deuses que se levantam; praticar Deus: a luta pela libertação e em defesa da vida. Conclusão: Das respostas de Deus: o Deus dos pobres; o Deus da vida.

 

- Ética e Lógica

 

Ementa:

Definição de ética e SUS diferenciação e outras teorizações. Historicidade da moral e condições para a moralidade da ação. Diversas formas de fundamentação da moral ou de definição acercado do Bem. Argumentações éticas e sua relação com a lógica, a epistemologia e a estética. Abordagem histórica das principais teorias éticas desde a antiguidade grega até a modernidade.

A polêmica a respeito da natureza e objetivo da lógica. Conceitos básicos da história da lógica. O mecanismo de funcionamento da lógica Aristotélica e da lógica simbólica ou matemática. Lógica e os diferentes tipos de discurso. Lógica e senso comum. Conceito, juízo e argumentos. Formas e regras do raciocínio indutivo. Formas e regras do raciocínio dedutivo.

 

3° SEMESTRE

 

- Introdução ao Antigo e Novo Testamento

 

Ementa:

Visão geral da história do povo bíblico e dos seus escritos. A bíblia como livro: línguas, transmissão escrita e oral, traduções e conservação material dos textos, formação do Antigo e Novo Testamentos. Coleções dos livros bíblicos, o cânon judaico, o cânon católico e o protestante. A bíblia como livro sagrado: a questão da revelação, inspiração e inerrância. Métodos de leitura crítica do Antigo e do Novo Testamentos: o método histórico-crítico e outras abordagens dos textos bíblicos.


- Psicologia Social

 

Ementa:

Definição, histórico e posição da Psicologia Social. Percepção e aprendizagem social. Atitudes e processos grupais. Instituições sociais. Metodologia da Pesquisa em Psicologia Social. Teorias do Equilíbrio, dissonância-congruência, troca e reatância. Temas atuais: cooperação, poder, tendências à associação e atração interpessoal.

 

- Bíblia I (Pentateuco)

 

Ementa:

Introdução, análise histórica e comentários dos livros que compreendem o Pentateuco (Gênesis a Deuteronômio). Origem e Formação. Cosmovisão no período. Conteúdo dos livros: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Criação do mundo. Queda do homem. Patriarcas. Dispensação da Lei. Cativeiro no Egito. Tabernáculo. Sacrifícios e leis. Libertação de Israel.

 

- Ciências da Religião

 

Ementa:

Estudo das grandes correntes da antropologia e da sociologia da religião, bem como da fenomenologia e da hermenêutica, enquanto contribuem para a constituição das bases teóricas das ciências da religião.

 

- Educação Religiosa

 

Ementa:

Discussão das relações entre religião e educação. A educação conforme um ideal de pessoa humana construída por diferentes cosmovisões históricas: clássica, medieval-cristã, moderno-racional, iluminista-universal, contemporâneo-fragmentada. A contribuição da educação religiosa na formação e disseminação dessas cosmovisões. A socialização da educação como resultado de movimentos religiosos e democráticos. A educação católica como projeto social e político. A articulação entre religião, trabalho e cidadania no sistema salesiano de educação.

 

- Grego e Hebraico

 

Ementa:

Alfabeto grego. Vocabulário inicial. Exercício de leitura de pequenas frases. Verbo “Ser” e suas conjugações. As três declinações. Tabela de artigos. Adjetivos e pronomes pessoais. Verbos com final em Omega. Leitura e tradução de textos bíblicos.

A língua grega no contexto do NT. O alfabeto grego. A transliteração e a fonética. Noções de gramática: Verbo “Ser” e verbos com final em Omega. Artigos, adjetivos e pronomes. Declinações e vocabulário. Introdução aos textos bíblicos: Leitura do texto de Mc 1,1-15s. Tradução do texto de Mc 1,1-15s.

 

- Moral Fundamental

 

Ementa:

A relevância da moral na atualidade. A relação entre Moral, Ética e Teologia. Moral. Elementos fundantes da ética e da moral cristãs. A fundamentação bíblico-teológica da moral cristã. A dimensão histórica da Teologia Moral. Critérios básicos de eticidade e moralidade cristãs numa sociedade marcada pela fragmentação. O pecado na História da Salvação. A atualidade da teologia do pecado. Reflexões sobre o pecado original. Natureza do pecado. Pecado e atitude fundamental.

 

- Leitura e Produção de Textos

 

Ementa:

A linguagem, além de objeto de análise e reflexão, como ferramenta indispensável de comunicação; a leitura e produção de textos dissertativos centrados em temas pertinentes às Ciências Humanas. As dimensões comunicacional e formal implicadas na dissertação, para o desenvolvimento de competência receptiva e da redação.

 

4° SEMESTRE

 

- Moral Social - Doutrina Social da Igreja Cristã

 

Ementa:

Introdução ao estudo da Moral Social. Elementos fundantes da Moral Social. Moral social no contexto do Antigo e do Novo testamentos. A compreensão ética do social na prática de Jesus. A prática social dos cristãos dos distintos momentos históricos. A Doutrina Social da Igreja: da Rerum Novarum à Centesimus Annus. Ética social cristão e o novo milênio.

 

- Epistemologia e Metodologia Teológica

 

Ementa:

Epistemologia e o critério da verdade: determinação do objetivo formal da epistemologia teológica; o método teológico; a evolução da teologia: os modos de produzir teologia. Análise do documento “Introdução sobre a liberdade cristã e a libertação”. A função da teologia dentro da vida da igreja. A função do povo dentro da teologia. A dimensão política da fé.

 

- Teologia da Revelação

 

Ementa:

Conhecer a reflexão realizada em torno da Revelação divina nos diferentes momentos da história, do Antigo ao Novo Testamento. Estudar os diferentes modos de transmissão da Revelação divina.

 

- História da Igreja Medieval

 

Ementa:

A expansão do cristianismo em toda a Europa; os monges das ilhas como evangelizadores do continente; São Bonifácio e sua ligação com a Santa Fé. Conversão dos povos eslavos: São Cirilo e São Metódio. Conflitos entre a Igreja Latina e a Igreja Grega na evangelização dos povos eslavos. O Islamismo, sua expansão e os problemas que criou para a Europa e para o cristianismo. A Igreja no Reino dos Francos. Carlos Magno, o Império Cristão do Ocidente e a Igreja. Os Papas dos séculos VIII e IX; crise do papado; os imperadores germânicos. As lutas da iconoclastia na Igreja Grega. O Cisma do Oriente. A organização da Igreja Latina; as igrejas próprias; nomeação dos prelados pelos príncipes. A luta das investiduras. A Reforma Gregoriana. Os séculos monásticos, sua influência na vida e na piedade popular. Novas ordens religiosas. O desenvolvimento do Direito Canônico. O pensamento medieval nos séculos XI e XII. As cruzadas. Os concílios medievais. As heresias medievais. A inquisição. As ordens mendicantes. A escolástica. O apogeu do papado na Idade Média. Os papas em Avinhão. O fiscalismo. O cisma do Ocidente. Conciliarismo. Concílios de Constança, Basiléia, Ferrara-Florença.

 

- Ecumenismo

 

Ementa:

Conceituação de Ecumenismo: implicações da palavra; razão fundamental do Ecumenismo; As grandes divisões no Cristianismo: cisma do Oriente-Ocidente; a reforma protestante. Os novos movimentos religiosos: Autônomos e Brasileiros. História do Movimento Ecumênico. Conselho Mundial de Igrejas; Concílio Vaticano II; América Latina; Brasil. As grandes religiões históricas: Judaísmo, Hinduísmo, Budismo, e Islamismo. O movimento ecumênico e os desafios contemporâneos: Práxis ecumênica da Igreja Católica; desafios para o ecumenismo; pistas para uma prática ecumênica.

 

- Moral Social II: Bioética

 

Ementa:

O Ethos cristão diante da vida: o valor da vida humana como exigência ética. O decálogo: 5° mandamento: “Não matarás”. Agressões contra a vida: o princípio da legítima defesa; Abordo; Eutanásia; Tortura; pena de morte; Suicídio; Homicídio. Manipulação genética e reflexão moral: Engenharia genética; Experimentação humana; Política demográfica; Técnicas de reprodução humana e avaliação moral.

 

- Hermenêutica Bíblica

 

Ementa:

O que é hermenêutica. O que é fazer hermenêutica. Hermenêutica e exegese. A função da hermenêutica para compreensão do Novo Testamento. Os métodos da hermenêutica bíblica: os métodos propostos pela Pontifícia Comissão Bíblica; outros métodos de leitura da Bíblica. A Revelação de Deus no Novo Testamento: A Dei Verbum; A Evangelii Nuntiandi.

 

5° SEMESTRE

 

- Teologia Fundamental

 

Ementa:

Estudo da Revelação divina no Verbo-Carne através da Escritura, Tradição e Magistério; a mediação Eclesial na transmissão da revelação; a verdade; fé e razão; o ato de fé, seus condicionamentos e suas implicações; fé e credibilidade; centralidade do evento Jesus Cristo.

 

- História da Igreja Moderna

 

Ementa:

A Renascença Italiana: suas características culturais, artísticas, políticas e religiosas. Os Papas da renascença, de Pio II e Leão X: seu desempenho como pontífices no quadro de seu tempo. As viagens marítimas e as novas descobertas geográficas: nova visão do mundo. A vinda interna da Igreja; anseios de reforma eclesial; o V Concílio de Latrão. A reforma protestante, suas causas próximas e remotas. Lutero, sua personalidade, sua evolução religiosa. A questão das indulgências. A ruptura eclesial e suas conseqüências. Desdobramentos da reforma protestante: Calvino, Zwinglio, Henrique VIII. Implicações políticas da reforma protestante. A expectativa de um concílio, e as dificuldades para sua convocação. O concílio de Trento: sua história, suas decisões doutrinais e disciplinares. Implementação das reformas conciliares. Pio V, Gregório XIII, Sisto V e Clemente VIII. São Carlos Borromeu e sua ação renovadora. A ação missionária da Igreja no século XVI nas Américas e na Ásia. Problemas antropológicos, culturais e pastorais. A escravidão negra e seu significado histórico. As guerras religiosas desde a reforma protestante até a paz de Westfalia. Deísmo, Maçonaria, Iluminismo. Aprofunda-se do distanciamento entre a Igreja e a Sociedade Civil. Os Padas dp século XVII. As monarquias absolutistas. A supressão da Companhia de Jesus. Implicações políticas e religiosas. A revolução francesa, a ditadura napoleônica. Suas implicações políticas e eclesiais. Os pontificados de Pio VI e Pio VII. O congresso de Viena. O florescimento da vida religiosa masculina e feminina no século XIX. Um surto missionário sem precedentes no século XIX.

 

- Teontologia

 

Ementa:

 A existência de Deus.  A cognoscibilidade de Deus.   O caráter de Deus: atributos “incomunicáveis”. O caráter de Deus: atributos “comunicáveis”. Deus em três partes: a Trindade. A criação. A providência divina.  Milagres.  A oração.  Anjos.  Satanás e os demônios (batalha espiritual).

 

- Liturgia

 

Ementa:

Os fundamentos de liturgia: noções fundamentais. Etimologia. Análise e crítica da liturgia na bíblia. Liturgia judaica. Teologia da liturgia. Evolução histórica: a liturgia no período da perseguição - profetismo. Liturgia e poder no Império Romano - espetáculo. Liturgias orientais e não-romanas. Liturgia e superstições medievais - devocionismo. Fixismo na Liturgia - ritualismo. Liturgia e exibicionismo. Ano litúrgico: Tempo e seu significado. O Domingo. O Ciclo do Natal. Ciclo da Páscoa. Tempo Comum - celebração dos santos. As possibilidades litúrgicas atuais: Do movimento Litúrgico ao Vaticano II. A Sacrosanctum Concilum. As conferências latino-americanas. Documentos nacionais. A identidade da Liturgia nos meios populares. A pastoral litúrgica.

 

- Antigo Testamento: Sapiências I e II

 

Ementa:

A tradição sapiencial a partir da organização social. Leitura e análise dos livros sapienciais: livro dos Provérbios, livro de Jô, livro de Coelet, livro do Eclesiástico, livro da Sabedoria. Conclusão sobre os livros analisados. O livro dos Salmos: Introdução, história da interpretação, leitura e análise dos salmos, conclusão. O livro do Cântico dos Cânticos.

 

 

 

 

- Administração Eclesiástica

 

Ementa:

Estudo sistemático dos princípios da administração; no Vaticano II; no Código de Direito Canônico; nas diretrizes da CNBB; elementos de legislação tributária, fiscal, administrativa no Brasil; novo código cível; deveres e obrigações.

 

- Teologia Bíblica de Missões

 

Ementa:

Estuda o modelo bíblico-reformado de missões. Inclui investigações sobre as pressuposições, natureza, princípios e métodos de comunicação do evangelho em outras culturas.

 

 6° SEMESTRE

 

- Novo Testamento: Sinóticos I e II

 

Ementa:

A questão sinótica (a formação dos evangelhos): as três fases da história da redação dos evangelhos, o fato sinótico (concordâncias, discordâncias, doublets); teorias sinóticas. O Evangelho de Marcos. Análise comparada de textos e sua teologia: os evangelhos da infância, as parábolas, as bem-aventuranças e o Pai Nosso, os milagres, Paixão, Morte e Ressurreição. O Evangelho de Mateus. O Evangelho de Lucas.

 

- Novo Testamento: Escritos Paulinos

 

Ementa:

A justificação pela fé. A vida no Espírito. Os diversos conceitos paulinos: lei, pecado, morte, espírito, vida, carne, homem velho e homem novo, obras e salvação.

 

- Moral Sacramentaria: Matrimônio e Família

 

Ementa:

Realidade da família e casamento no Brasil. Bases bíblicas de uma teologia da família e do matrimônio. Evolução teológica do matrimônio na vida da Igreja. Liturgia: celebração religião do casamento.

 

- História da Igreja Contemporânea

 

Ementa:

Os pontificados de Gregório XVI e de Pio IX. A revolução industrial, a urbanização, o surgimento do marxismo, as mudanças sociais. A reação de Pio IX: o Syllabus, sua gênese e seus enfoques. O Concílio Vaticano I: sua convocação e sua evolução. O dogma da infalibilidade do magistério pontifício. Os velhos católicos. A perda dos estados pontifícios. A Igreja e a Questão Social. As grandes encíclicas sociais de Leão XIII a João Paulo II. A constituição Gaudim ET Spes. Renovação dos estudos bíblicos. A Encíclica Pro-videntissimus Deus. A fundação da Escola Bíblica de Jerusalém e do Instituto Bíblico de Roma. A crise modernista e a evolução da Ação Católica. Seu significado eclesial. A Igreja entre as duas Guerras Mundiais. A criação do Estado do Vaticano. Seu significado para a ação da igreja. O Concílio Vaticano II. Seus documentos. Os sínodos episcopais. Seu significado. As conferências episcopais nacionais e supranacionais.

 

- História das Tradições Religiosas

 

Ementa:

Análise das dimensões constitutivas do fenômeno religioso, enquanto construções históricas, sociais e culturais.

 

- Fundamentos Psicológicos do Aconselhamento

 

Ementa:

Conceituação de aconselhamento psicológico - Aconselhamento e psicoterapia - Evolução dos métodos de aconselhamento - Técnicas de aconselhamento. Teoria de aconselhamento centrado no cliente - Aconselhamento nos diversos campos - Apresentação de casos de aconselhamento.

 

7° SEMESTRE

 

- Orientação de Monografia

 

Ementa:

Orientação aos alunos na definição, construção e apresentação da Monografia de conclusão de curso.

 

- Estágio Supervisionado I

 

Ementa:

Acompanhamento da formação do profissional de Teologia em sua comunidade religiosa de origem, através da instrumentalização de técnicas de observação e apresentação de relatórios de observação e de prática comunitária.

 

- Exegese do Antigo e Novo Testamento

 

Ementa:

Um estudo das metodologias exegéticas na tentativa de elucidação do sentido das precoces bíblicas, com acento na pesquisa histórico-social. Aplicação dos métodos  exegéticos  no  estudo   do AT. Estudo  aprofundado  de  textos  selecionados  do AT.  A  Exegese   hebraica  e os  contextos  sociais,  literários  e religiosos.  A mensagem  dos textos. Os aspectos teóricos e práticos dos principais métodos exegéticos na aplicação dos textos do antigo testamento. Relevância dos métodos exegéticos  do AT à prática  pastoral.  As grandes tradições históricas do Antigo Testamento. A literatura historiográfica deuteronomista e cronista. A linguagem profética e apocalíptica do AT.

Análise exegética de textos seletos do Novo Testamento, com prioridade para o aprofundamento teórico-prático da leitura e análise teológica dos textos. Aplicação dos métodos exegéticos-científicos no estudo do Novo Testamento. A exegese do Novo Testamento e os contextos sócio-literários, econômico-políticos e religiosos. A mensagem do Novo Testamento no contexto bíblico e extra-bíblico. Atualidade da mensagem bíblico-exegética do Novo Testamento.

 

- Seminário em Ecologia e Meio Ambiente

 

Ementa:

Ementa: Os organismos e o meio ambiente; energia e matérias no ecossitema; estrutura
populacional; interações entre espécies; estrutura de comunidades; sucessão ecológica;
diversidade das comunidades biológicas; extinção de espécies; desenvolvimento econômico e ecologia global.

 

8° SEMESTRE

 

- Novo Testamento: Atos dos Apóstolos

 

Ementa:

Os conflitos presentes na vida das comunidades: Jerusalém; Universo gentílico. Vocação e missão de Pedro e Paulo. Exegese dos discursos kerigmáticos de Pedro, Paulo e Estevão. Os ministérios nas comunidades: os mistérios emergentes; a função das mulheres. Pentecostes: A presença do Espírito Santo. A força do espírito da vida das comunidades primitivas.

 

- Estágio Supervisionado II

 

Ementa:

Acompanhamento da formação do profissional de Teologia em sua comunidade religiosa de origem, através da instrumentalização de técnicas de observação e apresentação de relatórios de observação e de prática comunitária.

 

- Hermenêutica dos Textos Sagrados

 

Ementa:

Estudo da ciência e interpretação Bíblica analisando histórica, teológica, gramatical e literariamente os livros da Bíblia. Estudando didaticamente os princípios de interpretação, dentro das características hermenêuticas. Estudo da ciência e interpretação Bíblica, tanto do Antigo Testamento quanto do Novo Testamento, com exercícios práticos. Estudo dos gêneros literários, figuras de linguagem, principais tipos de interpretação: histórica, tipológica, de profecias e parábolas. Teorias hermenêuticas contemporâneas.

 

- Movimentos Sociais e Tradição Religiosa

 

Ementa:

Paradigmas clássicos e contemporâneos. Movimentos Sociais: identidade, cidadania e democratização. A Cultura política, cotidiano e ação política nos movimentos sociais. O debate teórico-metodológico sobre movimentos sociais. Movimentos Sociais: identidade e cidadania. A política de Reforma Agrária. Principais mediadores da luta pela terra. As relações de gênero nos movimentos sociais, rurais e urbanos.

 

- Apresentação de Monografia

 

Ementa:

Projeto de Pesquisa. Estrutura da Monografia. Redação e organização técnica do trabalho monográfico.

 

- Trabalho de Conclusão de Cursos

 

Ementa:

Orientação para elaboração do texto final do Trabalho de Conclusão de Curso que deverá ser elaborado com base nas áreas definidas pela Instituição de Ensino Superior

 

            Considerando tudo o que se registrou até agora e a necessidade de implementar estratégias para o alcance das metas citadas, as ações institucionais propostas devem produzir resultados mensuráveis no sentido do acompanhamento e monitoração da qualidade, num determinado tempo e contexto. Como ações institucionais considera-se o seguinte:

 

            01 - Incentivar o Programa de Melhoria de Qualidade, para o ensino e seus serviços educacionais, acadêmicos e administrativos, com vistas a enfrentar e vencer a concorrência regional;

 

            02 - Criar novos cursos de graduação, nas áreas de maiores necessidades, com projetos pedagógicos inovadores, com visão de futuro;

 

            03 - Desenvolver projetos de extensão universitária e ampliar os relacionamentos comunitários, políticos e sociais;

 

            04 - Incentivar a Coordenadoria de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação da Faculdade, para coordenar e ampliar os respectivos projetos atuais, inclusive o Programa de Iniciação Científica, para os alunos, nas áreas de interesses institucionais;

 

            05 - Incrementar os investimentos para a manutenção e aperfeiçoamento dos periódicos de divulgação científica e intelectual (revistas), para a ampliação da produção docente;

 

            06 - Ampliar quando necessário a infra-estrutura, espaços físicos e equipamentos de apoio às atividades-fim bem como, setores específicos para atendimento aos alunos;

 

            07 - Consolidar o Regulamento do Quadro de Carreira Docente, para incentivo ao desenvolvimento da carreira profissional dos professores;

 

            08 - Implantação e consolidação do PICD - Programa Institucional de Capacitação Docente, com recursos próprios e outros;

 

            09 - Desenvolver ações eficazes para consolidação das Coordenadorias e Colegiados de Cursos;

 

            10 - Implantação e consolidação do Programa de Avaliação Institucional, com vistas ao crescimento do grau de qualidade dos serviços e ações institucionais;

 

            11 - Ampliar a participação institucional nos municípios da sua região de abrangência e influência.

 

 

Site Map